Facebook Twitter Instagram

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Intolerância à lactose e suas repercussões para a sáude

A lactose é o açúcar encontrado principalmente no leite e em seus derivados. Ela é digerida em nosso corpo no intestino onde células especializadas produzem a enzima lactase, a qual, por sua vez, digere a lactose. Entretanto, algumas pessoas já nascem com uma deficiência na produção dessas enzimas, não produzindo-as ou produzindo-as de maneira insuficiente. Outras, com o passar do tempo e com o envelhecimento, podem passar a produzir menos enzimas lactases. Em ambos os casos, a digestão da lactose torna-se deficiente e o indivíduo tem o que se conhece por Intolerância á Lactose.


Os sintomas são os mais variados. Os mais comuns são desconfortos gastrointestinais que resultam em diarreias crônicas ou prisão de ventre, pela não digestão da lactose.

O tratamento depende do grau de intolerância que cada pessoa têm. Algumas, são intolerantes a quantidades mínimas de lactose, ou seja, não são capazes de dirigir este componente nem mesmo em quantidades muito pequenas. Nestes casos, a lactose deve ser totalmente eliminada da dieta.
Outras pessoas conseguem digerir uma quantidade 'x' de lactose diária. Mas, essa só pode ser determinada experimentando e percebendo os sintomas com relação a quantidade de lactose ingerida no dia a dia. Para estas pessoas, geralmente apenas reduções de lactose diárias já são suficientes, como por exemplo, fazer a troca do leite de vaca pelo leite de soja.

Existe também a enzima lactase feita em laboratório. Você pode tomá-la na quantidade determinada por seu médico em torno de uma hora antes de comer algum alimento com lactose, e a enzima se encarrega da digestão e os sintomas geralmente não aparecem. Mas não é um medicamento de uso contínuo, é apenas uma alternativa para algumas situações. A enzima pode ser importada dos EUA, ou mandada fazer em farmácias nacionais de manipulação.

Para ambos os casos, cada vez mais existem produtos no mercado livres de lactose. Pães, bolos, biscoitos e leite, são apenas alguns exemplos. Entretanto, esses produtos geralmente apresentam um preço mais elevado e as pessoas acabam por retirar mesmo a lactose da dieta, eliminando principalmente o leite e seus derivados.
Aí está o grande perigo para a saúde. São nesses alimentos que encontramos as principais fontes de cálcio e fósforo, minerais essenciais para várias funções no nosso corpo, mas principalmente para a formação óssea.
Pessoas com intolerância à lactose que eliminam essas principais fontes de cálcio e fósforo da dieta, e ainda, que não praticam nenhum tipo de exercício físico, têm grandes chances de desenvolver uma osteoporose precoce, principalmente no caso das mulheres.

Portanto, se você sofre desse problema é indispensável que você procure outros alimentos ricos em cálcio e fósforo para incluir em sua dieta (vegetais verdes, são ótimas fontes) e que pratique exercício físico de forma regular, pois a formação óssea também é estimulada pelas contrações musculares que o exercício físico exigem, especialmente nos exercícios com impacto (como corrida) e de musculação.
Para todos nós, intolerantes à lactose, fica a mensagem: Nossa Saúde deve ser colocada em Prática imediatamente! O ideal é consultar um nutricionista para melhores orientações!

Obs.: Imagens desta publicação retiradas do google imagens

12 comentários:

  1. Olá Priscila! Eu sofro com esse problema e sei bem como funciona! Muito boa a matéria. Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline. Que bom que você gostou da matéria e obrigada pela visita.
    Pois é, também sofro desse probleminha como você... mas, temos que fazer de tudo pela nossa Saúde não?!
    um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Sei como é. Demorei a encontrar um leite de soja que eu gostasse, mas esse em pó da SupraSoy deu certo para mim. Tomo ele com achocolatado em pó, batido no liquidificador, e nas vitaminas... fica uma delícia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Que bom! =)
      Também utilizo bastante, inclusive para receitas.

      Excluir
  4. Eu utilizo o SupraSoy também e acho muito bom... Mando fazer em farmácia de manipulação perto da minha casa a enzima lactase, e tomo 2h antes quando vou comer mais quantidade de lactose.
    Assim, estou convivendo bem com a minha intolerância.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Para quem é intolerante a lactose pode tomar a albumina proteína da clara do ovo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      A albumina é uma proteína e a lactose um carboidrato (açúcar do leite). Portanto, a albumina em si não contém lactose, mas é sempre recomendável ler os ingredientes da embalagem do fabricante pois algumas, além de albumina, podem conter outros nutrientes. Além disso, é aconselhável procurar orientação nutricional.

      Excluir

Obrigada pelo comentário e pela visita! Volte sempre!

© 2014 Saúde em Prática. WP Wildweblab converted by Bloggertheme9